Revista Giz

02 Fev 2017 - Abr 2017

#2 | Nenhuma Nudez Será Castigada

Forma com função: novas diretrizes para o Memorial da América Latina

Memorial da América Latina, do Governo do Estado de São Paulo, comemora sua nova cultura de resultados

  • Fotos:Daniela Agostini
  • 9 março 2017
giz-2-memorial-da-america-latina-2

Vista do complexo do Memorial da América Latina, projetado por Oscar Niemeyer, com destaque para a escultura Grande Flor Tropical de Franz Weissmann

Os números de 2016 justificam as perspectivas otimistas em relação ao futuro da Fundação Memorial da América Latina. “Em 2016 estabelecemos duas marcas históricas: a de público, com mais de 2,1 milhões de visitantes e a de receita própria”, revela o diretor Irineu Ferraz. Se constasse na lista de instituições culturais mais visitadas do mundo da revista Art Newspaper, o Memorial da América Latina certamente estaria entre as primeiras 30 classificadas. Um novo cenário para as instituições culturais do estado de São Paulo começou a ser desenhado, junto com o ex-presidente da Fundação, o cineasta João Batista de Andrade, no início de 2015, quando o Memorial iniciou uma nova gestão administrativa com a missão de reduzir custeio e gerar receita própria. “O Memorial precisava de um choque de gestão de dentro para fora”, avalia Felipe Pinheiro, diretor-administrativo e financeiro. “Em 2016, obtivemos 55% de redução total no custeio, o que envolve manutenção, contratos, energia, água”, complementa.

giz-2-memorial-da-america-latina-felipe-pinheiro-irineu-ferraz

Felipe Pinheiro e Irineu Ferraz posam no auditório Simón Bolívar

Para gerar receita própria, criou-se um novo formato de gestão cultural, elaborado em parceria com a iniciativa privada, que permitiu uma programação mais contemporânea e plural, de forma a mesclar eventos considerados eruditos com atrações populares. Foram mais de 265 eventos em 2016 para os mais diferentes tipos de público – de festivais gastronômicos a shows musicais, festas típicas dos países latino-americanos, exposições de alta qualidade, debates, seminários e palestras.

“Em 2016 estabelecemos duas marcas históricas: a de público, com mais de 2,1 milhões de visitantes e a de receita própria”

O futuro imediato da atual gestão, diz o diretor presidente Irineu Ferraz, prioriza alguns objetivos. Um deles, a reinauguração do Auditório Simón Bolívar: “O projeto contará com um grande evento que marcará a reabertura do prédio e, no campo financeiro, vamos nos dedicar a reduzir o custeio em 70% e ampliar a nossa receita própria, revitalizando as atuais parcerias e buscando outras, incluindo a Lei Rouanet, fundos de investimento e órgãos culturais do município de São Paulo”, explica. A reconfecção do novo painel de tapeçaria da artista plástica Tomie Ohtake (1913-2015), com mais de 800 m², envolveu duas empresas que doarão a peça ao Memorial: a brasileira Punto e Filo e a norte-americana Invista. As empresas estão cedendo a matéria-prima e arcando com todos os custos, uma vez que o valor da peça é imensurável.

giz-2-memorial-da-america-latina-3

Interior do auditório Simón Bolívar e destaque para a Pomba, de Alfredo Ceschiatti

A data e o horário da reinauguração do Auditório já foram anunciados pelo Governador do Estado, Geraldo Alckmin: será no dia 15 de dezembro de 2017, às 19h30. Entre as várias obras de arte espalhadas a céu aberto pelos espaços do Memorial, a escultura Mão, de Oscar Niemeyer (1907-2012), destaca-se pela sua imponência. Ela é o símbolo do Memorial e um dos marcos da cidade de São Paulo. O projeto arquitetônico de Niemeyer garante a funcionalidade da estrutura para abrigar eventos de todos os tipos e tamanhos. E a concepção do projeto cultural idealizado por Darcy Ribeiro (1922-1997) dá unidade às ações e atividades desenvolvidas pelo Memorial. Inaugurado em 18 de março de 1989, o Memorial da América Latina é uma Fundação de Direito Público do Governo do Estado de São Paulo. Foi concebido para promover a integração cultural e política dos povos de língua portuguesa e hispano-americana. Hoje, o Memorial da América Latina é referência em eventos que reúnem nomes expressivos das artes, política, cultura e do meio acadêmico.

Memorial da América Latina
memorial.org.br

Conteúdos Relacionados