No México, Campo Baeza homenageia o mestre Barragán com seu projeto Domus Aurea

Projeto inspirado por Barragán fica em Monterrey

  • Por:Odhara Caroline
  • Fotos:Javier Callejas
  • 19 dezembro 2016

giz-arquitetura-domus-aurea-foto-javier-callejas-08

Em Monterrey, no México, o arquiteto espanhol Alberto Campo Baeza assina a casa Domus Aurea, em colaboração com Gilberto L. Rodríguez. No projeto, concluído este ano, Baeza eleva ao máximo a reverência ao trabalho do arquiteto mexicano Luis Ramiro Barragán, que já marca toda a sua obra: ele decidiu que este prédio não apenas seria encharcado de luz, mas sim inundado pela luz dourada própria de Barragán.

giz-arquitetura-domus-aurea-foto-javier-callejas-02

O sonho era uma casa branca, cheia dessa luz dourada. Um espaço diagonal foi criado ao harmonizar-se dois ambientes de altura dupla. A parede mais alta foi pintada de dourado — toda a luz sul que atinge a casa reflete nela, enchendo o refúgio da almejada atmosfera.

giz-arquitetura-domus-aurea-foto-javier-callejas-07

Em termos funcionais, a morada está dividida em três planos: no piso térreo, as áreas de convivência públicas. No piso superior, os quartos e a sala de estar com vista para o piso debaixo. No último piso, as áreas mais privadas, incluindo a piscina.

Campo Baeza
campobaeza.com

Conteúdos Relacionados