Revista Giz

02 Fev 2017 - Abr 2017

#2 | Nenhuma Nudez Será Castigada

Terra estrangeira parte 5: Seleção de escritórios gringos que fazem bonito em solo nacional

GIZ destaca os trabalhos de alguns estúdios internacionais que mapearam o Brasil com suas arquiteturas

  • 24 abril 2017

Carbondale

giz-2-carbondale-9
O escritório francês Carbondale, que tem o arquiteto americano Eric Carlson como fundador, também exibe criações de pompa por terra brasilis. Em São Paulo, o ateliê é responsável pela obra de revitalização do Shopping Iguatemi, entregue em 2015. Com o trabalho, o poderoso centro de butiques passou a contar com pé-direito de oito metros, fachada mais atual, além de visual renovado para o jardim feito em colaboração com os paisagistas Thomas Eschapasse e Alex Hanazaki. Outro destaque da reforma é o skylight escultural instalado na praça do relógio. Os restaurantes Tre Bicchieri e Piselli Sud, ambos na capital paulista, são outras duas criações da trupe Carbondale. cbdarch.com

Sou Fujimoto Architects

giz-2-sou-fujimoto
Recortes e integração com o meio ambiente. O projeto de Sou Fujimoto para esta casa no Alto da Boa Vista, em São Paulo, segue uma linguagem já utilizada pelo arquiteto japonês. Para ele, que acredita que arquitetura e natureza devam caminhar juntas, a harmonia é alcançada por meio de projetos concomitantemente simples e complexos. Por isto a opção por quatro lajes brancas repletas de vazios dispostos naturalmente, responsáveis pela tridimensionalidade que confere privacidade e conforto térmico à construção. A casa quase não tem paredes e é contornada por amplas vidraças que permitem ver as diversas árvores que ocupam seu interior. sou-fujimoto.net

Christian de Portzamparc

giz-2-christian-de-portzamparc-cidade-das-artes
No entroncamento das avenidas Ayrton Senna e das Américas, levanta-se a Cidade das Artes, sede da Orquestra Sinfônica Brasileira. O edifício é assinado pelo francês Christian de Portzamparc, escolhido sem licitação graças a sua expertise em prédios voltados para a música. Ele combina o construtivismo com as curvas e elevações próprias da arquitetura modernista brasileira. Com grandes ambientes arejados e bem iluminados, a edificação tem duas superfícies horizontais, a de cobertura e a da esplanada. A decisão do arquiteto de elevar o prédio foi tomada em uma visita que ele fez ao local muito antes do início das obras, ao subir em uma arquibancada que havia no terreno e contemplar a magnífica paisagem natural que podia ser vista do local: as montanhas a nordeste e a noroeste, o mar aberto ao sul, as lagunas e a amplidão da Barra da Tijuca a leste e a oeste. christiandeportzamparc.com

Foster + Partners

giz-2-aqwa-corporate-foster-partners

O edifício Aqwa Corporate pertencente à incorporadora Tishman Speyer é o primeiro do Foster + Partners no Brasil. O escritório, liderado pelo inglês Norman Foster e conhecido por aliar tecnologia e sustentabilidade em construções ousadas como o 30 St. Mary Axe (popular “torre do pepino”), em Londres, e a Torre Hearst, em Nova York, projetou para o Porto Maravilha, no Rio de Janeiro, uma obra de estrutura metálica em megacolunas com duas torres de escritórios (22 andares) entre a via Binário e a avenida Rodrigues Alves. A iniciativa faz parte do projeto de revitalização da Zona Portuária da cidade, na qual a administradora estadunidense foi uma das primeiras a apostar. fosterandpartners.com