Centro de arte em Tóquio comemora 10 anos com exposição visual, sensorial e hipercolor

O Centro Nacional de Arte de Tóquio, maior museu do segmento no Japão, comemora seus dez anos com exposição que reúnem 60.000 números feitos de papel em technicolors, que prometem trazer experiências visuais e sensoriais

  • 15 março 2017

Nome expoente do meio artístico, o Centro Nacional de arte de Tóquio hoje é o maior museu do Japão e já conta com diversos prêmios de arquitetura que leva assinatura de Kisho Kurokawa. Em 2017, completou seu 10º aniversário e para comemorar convidou a arquiteta Emmanuelle Moureaux para desenvolver uma instalação artística que represente os tempo de existência do museu.

GIZ-FOREST-OF-NUMBERS-1

“Forest Number”, como foi intitulada, abrange um espaço de 2000 metros quadrados e é composta por mais de 60.000 números em 100 cores diferentes que ficam suspensas e remetem visualmente a um código binário tridimensional.

GIZ-FOREST-OF-NUMBERS-2

A instalação foi incorporada de números de 0 à 9 feitos de papel que justos formam os anos de 2017 até 2026. E para trazer uma experiência sensorial ao usuário, a obra possui um caminho aberto no centro que permite que os visitantes possam caminhar por entre os números que forma uma explosão de cores e sentimentos.

Centro Nacional de Arte de Tóquio
www.nact.jp

Conteúdos Relacionados