Projeto de Mestisso em Higienópolis sana rixa carioca/paulista em um apartamento rústico e industrial

Depois de fincar morada no bairro nobre paulistano, o casal de publicitários — ele, nascido sob a sombra do Corcovado e ela, da Terra da Garoa — quis um lar integrado que recepcionasse os amigos e, ao mesmo tempo, fosse confortável para um momento a dois

  • Fotos:Ricardo Bassetti
  • 11 setembro 2017

giz-mestisso-arquitetura-interiores-higienopolis-10

A mistura entre os moradores – ele carioca, ela, paulista – se refletiu no também combinado entre rusticidade e pitada industrial que pediu o jovem casal de publicitários às meninas do Mestisso Arquitetura e Interiores para o apartamento de 240 metros quadrados em Higienópolis. No momento do briefing, disseram que gostam de receber no apartamento os amigos e a família, mas não dispensam conforto quando a sós.

giz-mestisso-arquitetura-interiores-higienopolis-8

Por gostar de cozinhar, ele pediu a Andrea Lucchesi, Carolina Razuk e Merê Esteves uma cozinha que pudesse ser integrada à sala de jantar quando não fechada no dia a dia. “A cozinha ficava em uma posição superestratégica que nos possibilitou abrir duas de suas faces. Deixamos a bancada do fogão conectada com a sala de jantar por meio de portas de correr, e a bancada da copa conectada com o estar por portas tipo camarão”, explicam as profissionais. “Quisemos dar um aspecto mais moderno e que se integrasse no clima ‘sala’, então pintamos a cozinha de um amarelo bem vivo.”

giz-mestisso-arquitetura-interiores-higienopolis-5

O telão na sala era um pedido do casal, cinéfilo. Para as arquitetas, “a ideia ficou incrível, pois conseguimos manter o visual charmoso da sala de estar sem deixar de ter um sofá em que pudessem se jogar e relaxar quando estivessem assistindo a um filme”.

giz-mestisso-arquitetura-interiores-higienopolis-11

Em uma das primeiras visitas no apartamento, a descoberta da laje nervurada  deu a “pitada de estilo industrial” do projeto. Em contraponto, Andrea, Carolina e Merê aplicaram toques sofisticados pela marcenaria e pelo mobiliário.

A iluminação da sala foi feita inteiramente indireta: a luz foi direcionada para as vigas e para a laje de concreto para conferir aconchego e valorizar a laje encontrada. A opção por manter o piso original do apartamento, de taquinho de madeira, seguiu a intenção de não descaracterizar totalmente a identidade original dos anos 1950, além de aquecer o ambiente.

giz-mestisso-arquitetura-interiores-higienopolis-4

Na área íntima, como o apartamento é antigo, os banheiros eram bem grandes, pelo que as arquitetas decidiram dividir um dos banheiros em dois, formando duas suítes. O toalete do casal foi completamente modificado e passou a abrigar misturas de revestimentos, como porcelanato cinza (tipo cimento queimado) com madeira na bancada das cubas e deque de madeira dentro do box.

Mestisso Arquitetura & Interiores
Av. São Gualter, 1.941, Sala 122, Alto de Pinheiros, São Paulo. T (11) 3445 8045/3262 2442. mestisso.com