Apartamento situado no bairro Jardim das Perdizes, em São Paulo, ganhou projeto do escritório Tria Arquitetura

O layout ganhou um novo programa para celebrar o estilo de vida de uma família, de origem gaúcha, que gosta de se reunir ao redor da churrasqueira

  • Fotos:Alessandro Guimarães
  • 4 dezembro 2017

Tria-Arquitetura---Jd-das-Perdizes---Fotos-Alessandro-Guimarães-(4)

O escritório Tria Arquitetura baseado em SP traz em seu DNA um olhar criativo e cosmopolita em projetos que buscam aliar estética e função. O QG é comandado pelas profissionais, Sarah Bonanno e Marina Cardoso de Almeida, ambas, graduadas em Arquitetura e Urbanismo pela Mackenzie, respectivamente, com especializações pela London School of Arts (Londres) e na Universidad Politecnica de Madrid (Espanha). Pinçamos das pranchetas da Tria, o apartamento de 198m² localizado no bairro Jardim das Perdizes conceituado para receber um jovem casal e dois filhos.

Tria-Arquitetura---Jd-das-Perdizes---Fotos-Alessandro-Guimarães-(2)

Tornar os espaços fluidos e integrar as áreas de convivência, tendo como principal pedido dos moradores viver em uma casa acolhedora e especialmente desenhada para os momentos em família foi o ponto de partida do projeto. Para atender o briefing, as arquitetas integraram a varanda e a área da churrasqueira ao estar. Dentro desse novo programa, a ala gourmet ganhou status de principal ambiente da morada . O casal, que é natural do Rio Grande do Sul, tem por hábito preparar churrasco com frequência para receber os amigos em casa, por isso a sugestão de conectar o terraço à sala de jantar foi uma decisão acertada e possibilitou um melhor aproveitamento do apê para a convivência em família.

Tria-Arquitetura---Jd-das-Perdizes---Fotos-Alessandro-Guimarães-(5)

A cor cinza dos armários foi destacada com o uso das bancadas em Silestone White Storm e o branco do revestimento na parede em destaque com tijolo cerâmico da Portobello. As cadeiras de madeira natural vieram na decoração, trazendo o toque quente e aconchegante. Entre as várias alterações, a parede dos caixilhos do terraço foi removida para estar totalmente ligada ao social. Também foi projetada uma brinquedoteca, em marcenaria de mdf, com acabamento em laca acetinada e estante de dupla função que dá suporte tanto para as crianças, em uma face, quanto os mais crescidinhos da sala princiapal, do lado oposto.

Tria Arquitura
triaarquitetura.com.br