Vitra lança três modelos de cadeiras corporativas por Antonio Citterio, Alberto Meda e Barber & Osgerby

Grandes nomes do design integram mais peças ao catálogo do selo suíço

  • 27 junho 2017

A suíça Vitra lança hoje, 27, três modelos de cadeiras corporativas assinadas por grandes nomes do design internacional. As peças saíram das mãos de Antonio Citterio, Alberto Meda e da dupla Barber & Osgerby.

giz-id-chair

A ID Chair, de Antonio Citterio, pode ser montada com seis diferentes tipos de espaldar. O mecanismo patenteado FlowMotion é o elemento central do projeto, e consiste em unidade mecânica compacta que permite uma amplitude contínua de movimento no encosto e possibilita um movimento de inclinação para frente e para trás acoplado com ajuste de peso sincronizado. A estrutura passou por estudos científicos que comprovam suas funções de prevenção de problemas de saúde e de benefícios como ativação dos músculos e do fluxo sanguíneo.

giz-am-chair

Em busca de soluções permanentes para suas criações, Alberto Meda colaborou com a marca no desenvolvimento da AM Chair. O designer italiano une funcionalidade ergonômica e elegância técnica em uma peça física e esteticamente leve que, com uma aparência simples, unificada e quase orgânica, se adapta às necessidades de diferentes usuários. Os apoios de braços dinâmicos e as costas com altura ajustável proporcionam à cadeira uma aparência emblemática, enquanto a estrutura de plástico e a de malha translúcida conferem uma sensação de leveza e graça. Ao mesmo tempo, a AM Chair se adere estritamente aos requisitos funcionais e evita elementos estruturalmente supérfluos. O mecanismo sincronizado responde automaticamente ao peso do usuário, ao passo em que controles simples e intuitivos podem ser usados para afinação adicional.

giz-pacific-Chair

A primeira cadeira corporativa de Edward Barber e Jay Osgerby  para a Vitra é a Pacific Chair. A dupla, que tem seu trabalho caracterizado pela adequação e precisão por ser observadora e interessada nos objetos cotidianos e em como eles são usados, cria projetos acessíveis enquanto permanecem discretos. O desenvolvimento da peça seguiu o princípio “desempenho completo, design silencioso” e se materializou por meio de uma aparência linear e discreta definida pelo encosto confortável e por não evidenciar nenhum componente mecânico à parte a base. “Para nós, a cadeira de trabalho contemporânea tornou-se um engenho – uma coleção de controles e alavancas. Repensar como minimizar o impacto visual desses elementos foi o centro do nosso projeto. Nossa cadeira é simples de usar”, dizem os designers britânicos.

Vitra
vitra.com

Antonio Citterio
citterio-viel.com

Alberto Meda
albertomeda.com

Barber & Osgerby
barberosgerby.com