ArteDesign

Design para colecionar: peças em tiragem limitada

Literalmente únicas, as peças de design colecionável – sempre feitas em edição limitada ou seriada – ganham status de obra de arte e abrilhantam o décor com todo o traçado ímpar que apresentam

  • 28 outubro 2016
  • Por:Anderson Farinelli e Iara Aurora

A busca por artigos com design colecionável – nome dado às peças feitas apenas em uma unidade ou disponíveis em edição limitada, é crescente no Rio de Janeiro. Ao menos, é o que explica Brenda Valansi, sócia da IDA, a Feira de Design realizada anualmente na cidade maravilhosa e que teve a mais recente edição promovida no início de outubro no Armazém 4, do Píer Mauá. “O carioca sempre respirou arte e cultura, é uma busca natural do olhar a procura por peças colecionáveis”, conta a executiva.

Ainda de acordo com ela, a atuação de fortes ateliês e escritórios de design no Rio é também um ponto de contato do público com as peças. Brenda explica que o estado foi um dos primeiros no País a ter mobiliário urbano assinado por reconhecidos nomes do design e arquitetura. Exemplos disso são as criações de Índio da Costa e do inglês Nicholas Grimshaw. Enquanto da Costa deu vida a uma área grande da zona sul do Rio, que inclui a Orla de Copacabana e o Leblon, Grimshaw assinou a linha de mobiliário urbano da empresa Cemusa utilizada na cidade.

Nessa onda que foge de produções em escalas industriais e valoriza não apenas o visual, mas pensa na funcionalidade de cada objeto, selecionamos criações exclusivas de grandes nomes do design contemporâneo nacional que podem ser encontradas tanto pelas lojas da cidade carioca como em demais lugares do Brasil. Ronald Sasson Scliar, Zanini de Zanine e Maneco Quinderé estão entre os profissionais que você confere abaixo:

giz-design-colecionavel-chaise-ara-ronald-sasson-foto-claudio-fonseca-02

Chaise Àra, criada pelo Ronald Sasson, gira em torno de um eixo pensado como os ponteiros de um relógio

Ronald Sasson Scliar
Banco Kansai, Chaise Àra e Poltronas Grand Tour e Meccano compõem a atual coleção Movimento 3, de Ronald Sasson. Com apenas 10 unidades de cada uma das criações, as peças de referência atemporal contam com linhas geométricas e curvas que originam, à sua maneira, visual bem equilibrado e particular a cada um dos objetos. Da lista de novidades, o Kansai é o nosso preferido. Dourado por dentro por conta do aço revestido com latão que dá forma nessa parte e composto por lâminas de Ipê por fora, o banco demonstra uma aparência diferente de acordo com o ângulo que você o observa.

contato@estúdioronaldsasson.com.br,
estudioronaldsasson.com

giz-design-colecionavel-banco-trape-zanini-de-zanine-ida-2016-maior

Banco Trape, assinado por Zanini de Zanine, para a Novo Ambiente

Zanini de Zanine
O bonitão Zanini de Zanine, que comanda o Studio Zanini, também assina cinco criações exclusivas e de exemplares únicos. Em parceria com a loja Novo Ambiente, e com fabricação da marca Mekal, o designer apresentou recentemente as peças em aço inox: Poltrona Esqui, Banco Trape, Cabideiro Lança, Mesa de Jantar Lapa e o Espelho Narci. Todas estiveram à mostra na Feira de Design do Rio, realizada de 29 de setembro a 02 de outubro, A mesa de jantar e a poltrona foram vendidas logo no primeiro dia do evento.

Rua Pedro Alves, 197, Rio de Janeiro
T (21) 3819 1123 /2233 5061, contato@studiozanini.com.br,
studiozanini.com.br

giz-design-colecionavel-maneco-quindere-brev-foto-thiago-apolinario-01

Arandela Brev, assinada por Maneco Quinderé, faz parte da coleção Haus e foi criada em edição com 35 exemplares do modelo

Maneco Quinderé
O light designer Maneco Quinderé também entra nesta seleção de coleções com edição limitada com a sua nova linha de luminárias feitas com cerâmica. Intitulada Haus – nome em homenagem a escola de design alemã Bauhaus – as seis novas peças estão disponíveis em 35 unidades cada. Os ceramistas Elizabeth Fonseca e Gilberto Paim respondem pelo material que compõem os objetos, enquanto Maneco desenhou as linhas simples e minimalistas em tons de preto, cinza e branco, misturados a metais como cobre, latão, aço inox e galvanizado presente nos artigos.

Rua Pio Correia, 127/202, Rio de Janeiro
T (21) 2579 6683/2579 6207
escritorio@manecoquindere.com.br, manecoquindere.com.br

giz-design-colecionavel-hugo-franca-aparador-puava-maior

Aparador Puava, de Hugo França, é feito com Pequi Vinagreiro, espécie comum de árvore na Mata Atlântica baiana

Hugo França
O escultor de madeiras Hugo França é mais um profissional dono de peças de design colecionável. Suas recentes criações, como os bancos Bain e Xerentes, além do aparador Puava, pertencem a uma linha com 15 esculturas mobiliárias únicas feitas com Pequi Vinagreiro, espécie comum de árvore na Mata Atlântica baiana. As criações seguem o conceito de unir estética a sustentabilidade, algo sempre presente no trabalho do profissional.

R. Gomes de Carvalho, 585
T (11) 3045 6575, contato@hugofranca.com.br, hugofranca.com.br

giz-design-colecionavel-20-87-micasa-04

Caixas para discos, da coleção Hacienda, criada pelo Estúdio 20.87 – parte criativa da Micasa

Estúdio 20.87
Com tiragem limitada de até 10 unidades cada, a coleção Hacienda é a sugestão do Estúdio 20.87 – que atua na parte criativa da Micasa – para os amantes do design colecionável. Formada por quatro peças – armários, mesa, bancadas e caixas para discos – a linha tem inspiração industrial e também baseada no famoso Club de Manchester, o FAC 51, que pertenceu ao produtor e empresário Tony Wilson, contando com o trabalho gráfico do designer Peter Savile. Com serigrafia manual, as criações apresentam dimensões variadas, além de aço, madeira e vidro na composição. Elas podem ser encontradas na Micasa, que fica em SP, mas estão à venda para o Brasil inteiro pela internet.

Rua Estados Unidos, 2109, São Paulo
T (11) 3088 1238, micasa@micasa.com,br, micasa.com.br

Conteúdos Relacionados