Oásis privado: Chris Pierro assina projeto com espécies tropicais de shape escultórico na capital paulista

O espaço ganhou paisagismo verdejante onde desfilam samambaias, primaveras, resedás, árvores frutíferas entre outras folhagens interessantes

  • 6 novembro 2017

giz-Chris-Pierro-Celina-Germer-5

A paisagista Chris Pierro tem mãos de fadas para criar e implementar “refúgios” – espaços verdes e cheios de charme em residências, condomínios, espaços corporativos entre outros. No mercado há sete primaveras, aperfeiçoou sua técnica em escolas como o NYBG New York Botanical Garden e a Flower School. Do portfólio em que constam dezenas de projetos e participação nas três últimas edições da Casa Cor São Paulo – a mostra de decoração mais importante da América Latina –, elegemos o jardim de 600 m² localizado no arborizado bairro Alto de Pinheiros, em São Paulo.

giz-Chris-Pierro-Celina-Germer-1

Para dar as boas-vindas, a paisagista cravou uma dupla de palmeiras washingtonia robusta, cuja folhagem emoldura a entrada da morada com efeito impactante. O revestimento de pedra portuguesa clara e a arquitetura de linhas retas contrastam a aparência escultural e vigorosa da espécie.

giz-Chris-Pierro-Celina-Germer-6

Todo o paisagismo delineado para este projeto recebeu volumes e formas de algumas plantas marcantes, como os maciços de gardênia, as arvoretas de resedá branco, as árvores frutíferas, as flores delicadas iris germânica ou a impatiens que se complementam e dão toque clássico ao conjunto. Na ala da piscina, rouba a cena o jardim vertical, que mescla folhagens tropicais do tipo samambaia paulista, filodendro jiboinha e aspargo alfinete, ele também reveste com graça o muro que contorna a  propriedade. As cerejas do bolo do éden particular são a jabuticabeira e a primavera, que já eram as plantas “xodó” dos donos do pedaço.

Chris Pierro Paisagismo
RuaTavares Bastos, 682, São Paulo. T (11) 2537 48 97. chrispierro.com.br