Mademoiselle turquoise: a pousada fina, elegante e sincera de Tetê Etrusco, em Paraty

Capitã destemida e elegantérrima no comando da maison d’hôtes mais charmosa que há em Paraty, Tetê Etrusco abre as portas de sua Casa Turquesa

  • 10 fevereiro 2017

“Chegar à Casa Turquesa é como chegar à casa da sua melhor amiga – e na condição de único convidado.” É o que diz uma cliente feliz, compartilhando no TripAdvisor (um dos maiores sites do mundo especializado em viagens) sua estada no hotel-butique que é, facilmente, uma das hospedagens mais chiques que há em Paraty, no Rio de Janeiro.

giz-tete-etrusco-1

Tetê Etrusco posa na porta de entrada de sua Casa Turquesa. Foto: Salvador Cordaro

“Vi esse comentário [no TripAdvisor] e achei muito bonitinho”, comenta Tetê Etrusco, leoa/dona do pedaço, estabelecendo, sem cerimônias, que mantém seus radares totalmente ligados nos mínimos detalhes do negócio. “Sou o olhar de tudo na Casa Turquesa e, por estar presente todos os dias, meu envolvimento é total. Isso transformou a casa em algo muito personalizado e humanizado, afinal meu staff é como uma grande família e se torna, portanto, minha extensão”, entrega, orgulhosa, sua receita para o sucesso.

Seja em baixa (meses mais frios) ou alta (meses mais quentes) temporadas, a Casa Turquesa tem fila de espera para suas nove generosas suítes separadas em duas categorias, luxo e máster. Nossa favorita? A Branca, esquadrinhando o Centro Histórico, na Rua Dona Geralda e desembocando o olhar de quem vê na bela construção da Igreja de Santa Rita.

giz-tete-etrusco-9

Tetê Etrusco e Renato Tavolaro, que assinou o décor da Casa Turquesa. Foto: Salvador Cordaro

Do lado de dentro da Casa Turquesa, muita história também a ser contada. A arquitetura de interiores e o décor são assinados por Renato Tavolaro, quem Tetê apresenta: “Conheci o Renato em São Paulo na época em que eu e meu ex-marido queríamos comprar um barco. Foi amor à primeira vista! Essa vibe boa fez com que comprássemos o barco dele, com o qual, sem me dar conta, ingressaria na indústria do turismo”, relembra. O turning point a que Tetê se refere foi transformar o barco comprado do amigo arquiteto em uma escuna de passeio.

giz-tete-etrusco-12

A piscina interna da pousada reflete o azul do céu que abraça Paraty. Foto: Salvador Cordaro

“Navegando os mares, conhecendo cada peculiaridade da cidade, visitando as ilhas e organizando passeios inusitados com os amigos, a empresária percebeu a necessidade em criar um espaço que fosse e funcionasse como um ponto de encontro entre o conforto, o aconchego e o bom gosto. O conceito de ‘sinta-se em casa’ legitima o convite à experiência”, escreve Erika Balbino, sua igualmente elegante RP.

giz-tete-etrusco-8

Décor simples e descomplicado, conjugando beleza estética com funcionalidade. Foto: Salvador Cordaro

E assim se faz a Casa Turquesa: um mix de high-décor com arquitetura de interiores superfresca e oxigenada, tudo temperado no caldeirão de referências provençais e tupinambás de mademoiselle Etrusco, que conhece Paraty como a palma de sua mão e tem o amor pela cidade na ponta da língua e no sorriso de menina. “Eu moro aqui. Minha casa e a Casa Turquesa são interligadas, o que facilita muito o vaivém. Tomo café em casa depois da caminhada, vou trabalhar e só volto na hora do almoço e no final da tarde, se precisar supervisionar alguma coisa tipo jardineiro, algum jantar especial, ou para passear com as meninas”, conta, fazendo humanizada referência à sua entourage de pets – cachorros e gatos, eles e elas. Quando pergunto o que não pode faltar em sua casa, Tetê dispara sem titubear: “Velas, um bom vinho, um pacote de espaguete e um lugar para um amigo ficar!” e finaliza, elegantemente, sobre sua idade: “Sem idade definida! Tem dias em que tenho 25, outros em que tenho muito mais”. Em Paraty, o tempo não passa.

Casa Turquesa Maison d’hôtes
Rua Dr. Pereira, 50, Centro Histórico de Paraty, Rio de Janeiro. T (24) 3371 1037 (reservas). casaturquesa.com.br

Conteúdos Relacionados